PPGCS, PPGRI e Labmundo realizam a conferência “Justiça de transição e teoria do discurso: os casos do Brasil, Argentina e África do Sul” na próxima terça-feira, 23.

conferencia-justica-de-transicao-e-teoria-do-discurso-1024x724

Anúncios

cinemundo: filmes de moçambique

Cartaz cinemundo moçambique

Na próxima semana, de segunda-feira (18.04) até quarta-feira (20.04) às 19h, haverá exibição de filmes moçambicanos nos auditórios Nadja Viana e João Gonçalves do PAF I, com debates após a sessão. Essa mostra é uma oportunidade para conhecer mais sobre esse país africano de língua portuguesa e suas relações com o Brasil. As sessões de cinema contarão com  a participação dos debatedores Tacilla Siqueira, Elga Lessa e Paulo Miguez, que irão trocar de idéias com o público sobre experências, pesquisas e estudos realizados sobre Moçambique no âmbito do Laboratório de Análise Política Mundial, Labmundo-BA.

Programação:

Segunda-feira: 18.04.2016 | 19h

Local: Auditório Nadja Viana, PAF I

O Último Voo do Flamingo

Sinopse

Tizangara, uma pequena vila perdida no interior de Moçambique, poucos meses depois do fim da Guerra Civil. Cinco misteriosas explosões matam outros tantos soldados da Missão de Paz das Nações Unidas. Provas do crime? Apenas pénis decepados e os emblemáticos capacetes azuis. É este o ponto de partida para uma enigmática investigação conduzida pelo oficial de serviço designado pelas Nações Unidas, o Tenente-Coronel italiano Massimo Risi.

Ficha Técnica

  • Realização/Direção: João Ribeiro
  • Duração: 90’
  • Formato: Ficção
  • Baseado no livro O ÚLTIMO VOO DO FLAMINGO de Mia Couto.
  • Co-Produção: Slate One (Mozambique), Potenza Producciones (Spain),Néon Productions (France), VideoFilmes (Brazil), Carlo Dursi Produzioni (Italy)

Terça-feira: 19.04.2016 | 19h

Local: Auditório Nadja Viana, PAF I

Maputo: Ethnography of a Divided City

Sinopse

O filme-documentário acompanha o dia a dia de diferentes moradores de Maputo, de origens diversas, mostrando as faces da cidade e a sua constituição. É um filme sobre uma cidade. Maputo é uma cidade jovem de capital Africano emergente ao ritmo frenético da demanda financeira global. A rápida urbanização é um dos desenvolvimentos mais dramáticos sobre o continente Africano, muitas vezes produzindo imagens contrastantes e chocantes de negócios ricos e bairros residenciais ao lado alastrando favelas ou cortiços. Enquanto as áreas urbanas são responsáveis por uma parte crescente do desenvolvimento macroeconômico positivo do continente e representam oportunidades de emprego, educação, saúde, lazer e bem-estar, o crescimento urbano também se manifesta em condições de desigualdade e pobreza emergente, levantando problemas ambientais, situações de instabilidade e motins políticos, bem como altos níveis persistentes de criminalidade urbana e da violência. O projeto procura mostrar uma das “cidades divididas” da África, e faz parte do projeto “A etnografia de uma cidade dividida. Sócio-Política, Pobreza e Género em Maputo, Moçambique”, financiado pelo Conselho de Investigação da Noruega (2012-2015).

Ficha Técnica

  • Realização: João Roxo, João Graça & Inge Tvedten
  • Formato: Documentário
  • Rodou em DVD Player no Mac
  • O filme faz parte do projeto “A etnografia de uma cidade dividida. Sócio-Política, Pobreza e Género em Maputo, Moçambique”, financiado pelo Conselho de Investigação da Noruega (2012-2015).

 

Quarta-feira: 20.04.2016 | 19h

Local: Auditório João Gonçalves, PAF I

 Terra: Amanhã será tarde!

Sinopse

Filme sobre desafios do país na gestão e administração de terras. Inspirado em factos reais, o documentário ilustra as implicações da crescente demanda por Terras em Moçambique e os desafios que se colocam no acesso e posse segura deste importante recurso natural, pelas comunidades rurais, face aos vários interesses do setor empresarial, sobre o mesmo. A exibição deste documentário, que traz a lume aspetos candentes da administração e gestão de terras, surge no âmbito das comemorações dos 15 anos da aprovação da Lei de Terras, (Lei 19/97, de 1 de Outubro).

Ficha Técnica

  • Uma produção CENTRO TERRA VIVA -Estudos e Advocacia Ambiental.
  • Guião: António Cabrita e Chico Carneiro
  • Realização: Chico Carneiro
  • Ano: 2012
  • Local: Moçambique
  • Duração: 76’ 30’’
  • Formato: Documentário